Cleimar de Souza

Em sua adolescência, ela levou o nome de Criciúma para muito além de nosso estado, sua voz e seu carisma conquistaram corações e sua carreira ainda hoje é comentada por aqueles que tiveram o prazer de ouvi-la. Estamos falando de Cleimar de Souza, nossa entrevistada de hoje. 

B&N: Quem é Cleimar de Souza?

Cleimar de Souza: Uma mulher alegre, falante, engraçada. 

 

B&N: Qual é a sua cidade de origem e como é sua relação com ela?

Cleimar de Souza: Criciúma, por exigência da gravadora precisei morar em São Paulo com meus pais, por 4 meses em 1982. Esta experiência custou a rescisão do contrato, já que não consegui adaptar-me em uma cidade tão violenta e a saudade me trouxe de volta.

 

B&N: Seu nome é diferente, qual a origem dele?

Cleimar de Souza: coisas do meu pai Hélio Souza. Na época era único, hoje se puxar no sistema encontraremos várias mulheres com meu nome, todas nascidas entre 0 ano de 1981 á 1989. (Época em que gravei) os pais colocavam o meu nome em suas filhas por admirarem meu trabalho como cantora.

 

B&N: Como foi sua infância?

Cleimar de Souza: Comecei a cantar muito cedo, acompanhando meu pai nas serenatas.   

 

B&N: Como foram suas primeiras experiências profissionais?

Cleimar de Souza: Minha primeira apresentação em público foi aos 7 anos. Programa ao vivo, transmitido pela rádio difusora no palco São José apresentado pelo meu padrinho de carreira Nelson Spillere. Com um vestido lindo presenteado pelo meu avô confeccionado especialmente para ocasião. Esse dia foi o mais marcante de toda minha carreira,  

 

B&N: Acreditamos que a fase de sua vida que você cantava foi muito marcante, o que você mais apreendeu nesta fase e o que te dá mais saudade?  

Cleimar de Souza: Aprendi que a fama deveria somente chegar na maturidade. Infelizmente para mim chegou muito cedo e eu não estava psicologicamente preparada para viver uma vida onde eu não era mais eu. Não podia andar nas ruas sem ser abordada. Toda semana surgia uma historia nova, um boato diferente e eu sempre tentando levar uma vida normal.      

 

B&N: O que mais lhe agrada na profissão que exerce hoje?  

Cleimar de Souza: Como atualmente trabalho como Mestre de Cerimonia e canto em cerimônia de casamento, faço o que amo, mas sem estrelismo. Consigo fazer o que gosto e ficar no anonimato.

 

B&N: Fora o seu trabalho, qual sua maior paixão?

Cleimar de Souza: Amo cozinhar. 

 

B&N: Qual é o seu maior sonho, algo que você ainda não tenha realizado?

Cleimar de Souza: Abrir um restaurante. 

 

B&N: Quais suas maiores conquistas Profissionais e pessoais?

Cleimar de Souza: Profissionalmente é uma grande conquista depois de 35 anos ainda exercer a profissão de cantora. E pessoal ter conquistado uma família linda onde posso sentir o prazer de todos os dias voltar para casa.  

.

B&N: O que você projeta para o futuro?

Cleimar de Souza: Poder assistir a vitória daqueles que eu mais amo.

 

B&N: Quais os maiores desafios para você nos próximos anos.

Cleimar de Souza: Aposentadoria que nunca chega. Hehe

 

B&N: Sabemos que nem tudo são flores, tem alguma passagem que te marcou de forma diferente, positivamente ou negativamente?

Cleimar de Souza: Em relação a minha carreira de cantora algo muito marcante foi a morte súbita de meu empresário Sr Ricardo Rafael aos 69 anos que considerava como um pai, na véspera do dia dos pais chegando de 2 shows e no dia seguinte receber a noticia de sua morte. Outro fato foram os boatos, as mentiras, as histórias sempre envolvendo meu nome.

Positivamente: O presente de poder conhecer mulheres, algumas hoje já mães que levam o nome de Cleimar pela admiração doa seus pais pelo meu trabalho. Se elas gostam? Não sei. Mas eu sinto-me honrada.

 

B&N: Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores?

Aproveito esta oportunidade e respondo à pergunta mais frequente que curiosamente me perguntam. Cleimar, você não se arrepende de não ter ficado em São Paulo e seguido sua carreira? Não. Por isso é importante que você corra atrás de seu sonho. Arrependimento maior é das oportunidades que deixamos escapar sem ao menos tentar e descobrir se realmente é como sonhamos.

Aqui terminamos a entrevista com esta incrível pessoa, queremos deixar aqui nosso agradecimento a ela por ter sido tão receptiva ao projeto de entrevista do site e responder todas as perguntas. Esperamos que todos tenham gostado e vemos todos vocês na próxima entrevista.