Cláudio Silveira

B&N: Quem é Cláudio Silveira?

Cláudio Silveira: Eu procuro ser uma pessoa do bem. Bom filho, bom pai, bom esposo, bom avô e um bom amigo.

B&N: Como é a sua cidade de origem e como é sua relação com ela.

Cláudio Silveira: Eu tive pouco contato com minha cidade de origem, que é Três Rios (RJ), pois com 3 anos de idade fui morar em Juiz de Fora ((MG), onde passei minha infância, adolescência e uma pequena parte de minha juventude, pois com 24 anos vim trabalhar em Tubarão (SC). Adotei Minas Gerais como pátria de meu coração, e Santa Catarina, minha segunda pátria.

B&N: Já morou em outro país? Tem vontade de morar? Em qual seria?

Cláudio Silveira: Não. Eu tenho vontade de conhecer a França.

B&N: Como é o seu trabalho?

Cláudio Silveira: Gosto do que faço, é isso é muito importante. Trabalho na mesma empresa a 42 anos, apesar de já estar aposentado a 17 anos. O segredo é você gostar daquilo que faz. E, claro, também gostar de trabalhar.

B&N: Você sonhava com esta profissão?

Cláudio Silveira: Desde adolescente gostava de eletricidade, portanto, me sinto realizado.

Depois que me aposentei, a empresa me convidou para trabalhar em uma área completamente diferente daquilo que fazia, que é o de apresentar a empresa, através de palestra e visitas técnicas as escolas, universidades, empresas e ao público em geral. Mais uma vez, estou me sentindo realizado nesses 17 anos nesse novo desafio profissional

B&N: O que mais lhe agrada na sua profissão?

Cláudio Silveira: Na atualidade é o contato com o público, mostrando como é o processo de geração de energia, isso me empolga muito. Me sinto útil, além de a cada dia fazer novos amigos e o aprendendo sempre.

B&N: Como você vê o momento atual na Geração de energia elétrica (usinas térmicas, eólicas, fotovoltaica)

Cláudio Silveira: O mundo está mudando muito na forma de geração de energia. Hoje à energia limpa está ganhando muito espaço. Isso é muito bom. No Brasil também não estamos ficando para trás. Muitas usinas eólicas, fotovoltaicas estão sendo construídas, mais acredito que energia térmica à carvão ainda tem um papel muito importante no nosso sistema elétrico.

B&N: Qual sua expectativa para o time do Tubarão e do Hercílio luz este ano no Catarinense.

Cláudio Silveira: O meu time aqui em Tubarão é o Hercílio Luz, time que torço a mais de 42 anos. Espero fazermos uma boa campanha no campeonato catarinense desse ano, e minha esperança é que nosso time continue na primeira divisão catarinense.

B&N:  Fora a sua profissão, qual sua maior paixão?

Cláudio Silveira: Futebol (Fluminense), fotografia e música.          

B&N: Qual é o seu maior sonho, algo que você ainda não tenha realizado?

Cláudio Silveira: Tudo que eu tenho na vida já é um sonho realizado.

B&N: Quais suas maiores conquistas Profissionais e pessoais?

Cláudio Silveira: Na profissão é de estar a 42 anos na mesma empresa e cada dia que vou para o trabalho é como se fosse meu primeiro dia. Na parte pessoal é ter constituído uma família maravilhosa, que são meus filhos e netos (a esposa já falecida).

B&N: O que você projeta para o futuro?

Cláudio Silveira: Saúde, que é o mais importante.

B&N: O que precisa ser feito para que o eleitor recupere a confiança nos partidos políticos?

Cláudio Silveira: O nosso problema é exatamente o eleitor, então a solução que eu vejo no momento é mudar o eleitor. Quando você vai fazer um bolo e o fermento não é bom, o bolo também não fica bom. Nós eleitores somos o fermento desse bolo, então, é isso o que está acontecendo. Enquanto não mudarmos o nosso comportamento como cidadãos, continuaremos assim, essa e minha opinião.

B&N: Prefere Campo ou Praia?

Cláudio Silveira: Tenho uma casinha na beira da lagoa na Barranceira, em Laguna, que não troco por nada mas o campo também tem seu valor.

B&N: Barcelona ou Real Madrid?

Cláudio Silveira: Barcelona.

B&N: Qual a receita para a Motivação?

Cláudio Silveira: Viver com alegria.

B&N: Qual foi sua primeira experiência profissional?

Cláudio Silveira: Trabalhar em uma empresa de grande porte como a eletrosul.

B&N: Sabemos que nem tudo são flores, tem alguma passagem que te marcou de forma diferente, positivamente ou negativamente?

Cláudio Silveira: Quem não as tem, não é mesmo, mas as boas superam as negativas.

B&N: Quem você gostaria que fosse o próximo entrevistado para o site?

Cláudio Silveira: Gostaria que fosse o narrador de futebol da Rádio Santa Catarina, Eduardo Ventura.​

B&N: Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores?

Cláudio Silveira: Caro amigo e companheiro de trabalho Vilmar, agradeço de coração esse espaço que me foi concedido. Desejo a todos muito sucesso. Obrigado!!

Aqui terminamos a entrevista com esta incrível pessoa, queremos deixar aqui nosso agradecimento a ele por ter sido tão receptivo ao projeto de entrevista do site e responder todas as perguntas. Esperamos que todos tenham gostado e vemos todos vocês na próxima entrevista.