A Porta e a maçaneta

Já ouvi muitas vezes falarem a frase “La em casa porta não tem tramela,” para expressarem penso, o que seria liberdade caminho livre de fácil acesso. Diferente da que tem a sua, poderíamos imaginar ter que abri-la. Papo mais do furado não? O que tem haver uma porta e uma maçaneta! Objetos comuns de uso diário que todos passando por elas necessariamente tocam com as mãos. A porta tem dois momentos; fechada ou aberta! Vamos usar esta porta no sentido figurativo de nossa vida. Imaginamos que, tudo o que acontece e passa conosco não existisse nenhuma porta ou se, sem maçaneta! Fácil demais. Outras vezes falamos: Ai tomara que uma porta se abra para mim no sentido de ter uma chance na vida ou; estou arrasado nada da certo para mim, parece que as portas se fecham e não consigo nada. É importante salientar aqui se formos meros observadores que, na maioria das vezes que se escuta estas lamentações são proferidas por pessoas que estão com todos seus sentidos em perfeita ordem, mas por não estarem de bem com a vida arranjam subterfúgios tornando-se frágeis diante de uma inofensiva  porta.Tenho observado seguidas vezes que pessoas portadoras de deficiências físicas suportam mais as dores e se lamentam menos de seus problemas das que não têm, será que o velho dito não foge à máxima que;“É preciso sofrer para aprender?”Se analisarmos sobre o ponto de vista das lamentações deduzimos que:os que mais  se lamentam são os menos deficientes e que esbarram na ultrapassagem da porta com mais impotência. Não estou fazendo sermão, apenas estou sendo observador, a pouco tempo atrás também não o era. Afinal, se temos uma porta em nossa frente aberta ou fechada sempre teremos a chance de entrar ou não, para uma oportunidade desconhecida dependendo apenas do nossomovimento. Braços atados não abrem portas, mas podem mantê-las fechadas. Vamos nos livrar das amarras a espera sempre de uma porta fechada e usar de engenhosidade para descobrir o segredo em abri-la porque se já aberta à vida não tem sentido. Sempre que me deparo com uma porta fechada e não conhecendo o outro lado, fico imaginando como abri-la seria importante afim de ingressar num mundo novo, adquirirum novo conhecimento que, bom ou ruim, mais uma vez saber como ingeri-lo. Foi numa porta fechada com uma maçaneta que tive a imaginação e a liberdade de falar a uma pessoa que amo muito até porque conheço e valorizo suas essências que gostaria que ela a fosse, mas que eu pudesse ser a maçaneta que me daria oportunidade em abri-la para me embriagar dos seus valores. O mundo anda carente de pessoas que não priorizam as coisas atemporais valorizando sempre mais as temporais que conduzem quase sempre por caminhos indesejados não chegando ter paz de espírito.

porta